“NOVO” – “Franz Kafka: metamorfose da liberdade e submissão”, de Pablo Rodrigues (UFRJ, 2017)

RESUMO Esta dissertação tem como objetivo analisar o modo como Franz Kafka apresenta o tema da liberdade e da submissão em sua literatura, a partirdos textos “Um relatório para um academia” e A metamorfose. Com base nas considerações de Günther Anders (2007), buscou-se observar como esses dois conceitos filosóficos encontram, na literatura kafkiana, uma abordagem totalmente original, diante da tradição filosófica e literária. Buscou-se, ainda, observar como esse tema amplia a compreensão da condição humana contemporânea, da qual acreditou-se ser Franz Kafka um importante crítico. A ideia inicial deste trabalho foi observar como, em situações de profunda submissão, os personagens kafkianos reagem às instâncias de poder como as leis, a burocracia e a família. Os personagens Pedro Vermelho e Gregor Samsa são tomados como heróis que resistem na e pela submissão. Há, portanto, uma transvaloração dos conceitos de liberdade e de submissão. Ambos os termos passam a ser criticados; porém, a liberdade, quando presente no texto kafkiano, é destituída de toda sua positividade. Ao contrário, a submissão dos personagens de Franz Kafka pode ser vista como uma pedagogia de uma nova resistência. A construção desta dissertação fundamentou-se nos seguintes aportes teóricos. Primeiramente, acreditou-se ser necessária a fundamentação da relação da literatura com a filosofia, por meio dos autores Alain Badiou, Jeanne Marie Gagnebin e Pedro Duarte de Andrade. Num segundo momento, pôde-se, então, afirmar que a literatura de Kafka dialoga com a filosofia da suspeita de Nietzsche, Freud e Marx, com o texto homônimo de Michel Foucault. Posteriormente, os conceitos de liberdade e de submissão foram lidos na perspectiva da suspeita, a partir dos textos de Hannah Arendt, Isaiah Berlin, Erich Fromm e Frédéric Gros.

ABSTRACT This master’s thesis aims to analyze how Franz Kafka presents the theme of freedom and submission in his literature from the texts “A Report to an Academy” and The Metamorphosis. Based on the considerations of Günther Anders in his book, Kafka pro und contra: Die Prozess-Unterlage, it was observed how these two philosophical concepts find in Kafka’s literature a very original approach to the philosophical and literary tradition. It was also sought to observe how this theme broadens the understanding of the contemporary human condition, in which Franz Kafka was believed to be an important critic. The main idea of this work was to observe how Kafka’s characters react to instances of power as the laws, the bureaucracy and the family when they are in situations of deep submission. The characters “Pedro Vermelho” and “Gregor Samsa” are understood as heroes who resist “in” and “by” submission. Therefore, there is a metamorphosis in the concepts of liberty and submission and both philosophical terms are criticized in Franz Kafka’s literature. However, the feeling of freedom is devoid of all its positivity when presented in a Kafkaesque text. On the other hand, the submission of Franz Kafka’s characters may be seen as a pedagogy of a new resistance. The writing of this master’s thesis was based on the following theoretical contributions. Firstly, it was necessary to establish the relationship between literature and philosophy through the works of the authors Alain Badiou, Jeanne Marie Gagnebin and Pedro Duarte de Andrade. After that, it can be said that Kafka’s literature dialogues with the philosophy of the suspicion of Nietzsche, Freud and Marx, with the eponymous book of Michel Foucault. Subsequently, the concept of freedom and submission is read from the perspective of suspicion philosophy from Hannah Arendt, Isaiah Berlin, Erich Fromm and Frédéric Gros.

PALAVRAS-CHAVES  Franz Kafka; Liberdade; Submissão.

[Donwload]