Obra: “O guarda da cripta”, de Franz Kafka [Tradução de Marcelo Backes]

Drama Escritório pequeno, janela alta, diante dela uma copa de árvore desnuda. Príncipe (à escrivaninha, recostado à cadeira, olhando pela janela), camareiro (barba branca e cheia, jovialmente enfiado em um casaco justo, na janela ao lado da porta central). (Pausa.) PRÍNCIPE (Voltando-se da janela.): E então? CAMAREIRO: Não posso recomendá-lo, alteza. PRÍNCIPE: Por quê? CAMAREIRO: No momento,Continuar lendo “Obra: “O guarda da cripta”, de Franz Kafka [Tradução de Marcelo Backes]”